Visitamos a Implantação da Hamam
Development na Vila do Pan (RJ)

18/06/2007

Publicações

Visitamos a Implantação da Hamam
Development na Vila do Pan (RJ)


Vista parcial da Vila do Pan. Depois dos Jogos Pan-americanos,os prédios se tornarão conjuntos residenciais

A reportagem do Hôtelier News visitou a Vila do Pan, complexo que hospedará, a menos de um mês, atletas e delegações participantes dos Jogos Pan-americanos 2007, na cidade maravilhosa.

A implantação hoteleira foi realizada pela Hamam Development — com esse projeto, a empresa paulistana, dirigida pelos irmãos Leonardo e Gustavo Hamam, se consolida como uma das maiores da América do Sul, que para realizar a obra contou com 35 profissionais, incluindo arquitetos, engenheiros eequipes de manutenção, como marcenaria, elétrica, logística, limpeza, seguranças e técnicos de instalação de equipamentos de ar-condicionado.

Os 1.480 apartamentos — todos foram comercializados e serão residências após os jogos — foram transformados em 3.880 dormitórios. Cada um deles recebeu duas ou três camas, armários, espelhos e criado-mudos.

Segundo Leonardo Hamam, as maiores dificuldades foram: prazo reduzido para fabricação de todos os itens e, claro, a própria implantação. "Definimos as especificações, desenvolvemos novos produtos para atender às necessidades dos atletas, realizamos todo o processo - concorrência, compras, acompanhamento de produção, recebimento e logística de montagem e entrega da obra ao Ministério dos Esportes -em apenas 60 dias, que, sem dúvida, foi um prazo recorde atrelado à elevada qualidade da implantação", explica. "Foi um grande desafio, porém a Hamam Development cresceu muito com esta experiência, principalmente na logística", enfatiza Leonardo.

De acordo com Gustavo, o sucesso do trabalho se deve também ao trabalho desenvolvido em equipe com o CO-RIO, Ministério dos Esportes e com as empresas responsáveis pelos processos como governança e lavanderia. Será feita pela Atmosfera, pertencente a um fundo de pensão norte-americano. "Como uma ação dessa nunca foi feita no país, podemos considerar que será a maior operação hoteleira do Brasil, mesmo sendo um hotel provisório", finaliza. (Peter Kutuchian)

< Menu >